Coronavírus é uma família de vírus que podem causar doença em animais e humanos.

Em humanos eles podem provocar doença respiratória que podem causar sintomas como os de um simples resfriado a doenças graves como o SARS (síndrome respiratória aguda grave).

O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após alguns casos registrados na China. Assim, esse novo agente provoca a doença chamada COVID-19.

Tudo que se sabe sobre esse microorganismo, o coronavírus, está sendo descoberto ao longo desse período: modo de transmissão, período de transmissibilidade, taxa de mortalidade, entre outros.

 

Sintomas da Covid-19

Os sintomas mais comuns são febre, mal estar geral e tosse seca. Porém pode aparecer: coriza, congestão nasal e dor de garganta.

Pessoas idosas e com problemas de saúde (como hipertensão, diabetes, problemas cardíacos ou pulmonares) tem maior probabilidade de desenvolver doença grave e de precisar de internação ou tratamento intensivo.

A taxa de mortalidade é expressivamente maior nesse grupo. Ou seja, até o momento a taxa de mortalidade da Covid-19 – é alta (em torno de 15%) para idosos com doenças de base e menor que 0,5% para indivíduos jovens e crianças.

 

Transmissão

A transmissão se dá por gotículas: tosse, fala ou espirro.

Ele permanece ativo e com potencial de contaminar pessoas por um tempo nas superfícies, mas não se sabe exatamente quanto tempo. Assim, você espirra na mão e toca na maçaneta, ou no celular. Em seguida outra pessoa coloca a mão no mesmo lugar e coloca a mão na boca, coça o nariz ou o olho e a contaminação acontece.

Aparentemente a transmissão pode começar antes do início dos sintomas, mas ela é mais importante nos primeiros 5 dias após o início dos sintomas. Não se sabe exatamente por quanto tempo o indivíduo infectado transmite esse novo coronavírus.

 

As medidas preventivas gerais são simples:

Todas as pessoas – doentes ou não:
1- Higienizar as mãos com frequência com álcool em gel ou água e sabonete;
2- Evitar tocar nos seus olhos, nariz e boca;
3- Evitar frequentar lugares com grande aglomeração de pessoas – shows, teatro, cinema, bares, restaurantes, festas, entre outros.

Pessoas com sintomas respiratórios, além das medidas acima precisam:
4- Praticar higiene respiratória: tosse ou espirro em um lenço descartável, cotovelo, dentro da roupa e não nas mãos. Em seguida higienize suas mãos.
5- Ficar em casa se não estiver se sentindo bem
6- Se tiver febre e dificuldade de respirar consulte seu médico ou se dirija a um pronto atendimento. Nesse caso use máscara para evitar a dispersão desses microrganismos para outras pessoas.

Reiteramos que como é um vírus novo, tudo está sendo descoberto a cada dia que passa, fique atento e siga as instruções do Ministério da Saúde.

À medida que surgirem novas informações de fontes confiáveis atualizaremos esse post.

É normal que as pessoas estejam assustadas com a disseminação dessa doença e preocupadas com a contaminação de seus filhos e sua família. A economia mundial está sendo afetada com essa pandemia.

 

Recomendação atual

Segundo a OMS, a recomendação atual é de quarentena. Dessa maneira, suspendemos todos os nossos ensaios até segunda ordem.

 

Camila e Gabi são fotógrafas de recém-nascidos e enfermeiras neonatais do estúdio SiS foto e design.

Diretoras da ABFRN – Associação Brasileira de Fotógrafos de Recém-Nascidos

Trouxemos nossa experiência profissional para dentro do estúdio para que os bebês recém-nascidos sejam registrados e cuidados.

 (11) 99496-6312

 Quer ver mais informações sobre nossos trabalhos? Então acesse:

Ensaio Newborn

Gestante

Ensaio Infantil